Legal Operations já é realidade nas empresas

O que você encontrará aqui:

O Legal Operations (também conhecido como Legal Ops) é uma história de sucesso. Cada vez mais empresas percebem o potencial que essa área possui, bem como os efeitos positivos que refletem nos departamentos jurídicos em particular, e nas empresas de um modo geral.

Fluxos de trabalho otimizados e setores jurídicos eficientes são criados diariamente em pequenas e grandes empresas em todo o mundo. Prova disso é que a porcentagem de departamentos jurídicos com mais de um profissional de operações jurídicas quase triplicou nos últimos 7 anos.

Tudo leva a crer que o Legal Operations não é uma moda passageira. Na verdade, espera-se que esta tendência cresça cada vez mais. É fato, no entanto, que a área de Legal Ops está num ponto de inflexão. Empresas com visão de futuro estão escrevendo um novo capítulo na história do setor jurídico: uma era de operações otimizadas — o que representa um ponto crucial para o sucesso.

A necessidade do Legal Ops

De acordo com um levantamento promovido pela EY Law Survey, 76% dos departamentos jurídicos consideram um desafio gerir as cargas de trabalho atuais. Ao mesmo tempo, essa pesquisa revela que os gestores jurídicos esperam que a carga de trabalho aumente 25% nos próximos 3 anos, embora 75% deles não acreditam que os orçamentos acompanharão esse ritmo.

Como tornar esta equação sustentável? Bem, é aqui que os Legal Operations surgem, auxiliando os departamentos jurídicos a fazer mais com menos, otimizando e tornando o jurídico mais eficiente.

Para o Head de Operações da Legal Insights, Eduardo Segismundo Oliveira, é o Legal Ops que irá “aproximar o departamento jurídico do core business da empresa, estruturando e acompanhando como o jurídico pode contribuir de forma direta para os objetivos macros da companhia. É o jurídico sendo protagonista nos resultados da empresa. E, para os escritórios de advocacia, é a área que vai proporcionar acompanhar no mesmo passo, esse anseio das empresas por melhor performance, melhor custo x benefício, ou até mesmo a oferta de novos serviços”.

Roteiro para o Legal Ops

Não há um método que possa satisfazer uniformemente todas as demandas de todas as empresas e seus respectivos departamentos legais. Cada organização possui estruturas, procedimentos e exigências operacionais distintas.

Por esse motivo, é de suma importância que o primeiro passo para a implementação de uma solução de Legal Operations seja a análise dos processos e fluxos existentes. Isso possibilita a identificação de possíveis gargalos e oportunidades de aprimoramento.

Muitas áreas de Legal Ops foram criadas mais porque o assunto estava em evidência do que a partir de uma necessidade mapeada e estruturada. Então, esse é o desafio para as áreas de Legal Ops atualmente: fazer entregar efetivas, com eficiência real, para efetivamente se tornarem áreas indispensáveis dentro do ecossistema jurídico”, disse Eduardo.

Cada empresa, com seus processos e fluxos de trabalho específicos, demanda flexibilidade para implementar o Legal Ops de maneira eficaz. As soluções pré-configuradas e genéricas têm suas limitações, pois não permitem a personalização necessária.

Nesse sentido, Eduardo lembra que seu maior desafio “foi tirar do papel essa ideia de criar um núcleo apartado para essa operação dentro da empresa que atuava”. Para tanto, foi preciso “’abandonar’ a paixão pela tese e começar a enxergar o jurídico mais pelo viés financeiro e analítico”. Segundo ele, “a grande virada de chave foi começar a falar de dados o tempo todo”.

Encontrando pontos problemáticos

Quando a CLOC (Corporate Legal Operations Consortium, associação global que reúne diversos departamentos de Legal Operations em grandes empresas) atualizou a sua lista de competências de operações jurídicas em 2020, mudou o nome da competência para “business intelligence”, em oposição a “data analytics”. No entanto, o objetivo da competência no âmbito das operações jurídicas permaneceu em grande parte o mesmo: tomar decisões melhores e mais informadas através da utilização de dados.

Com a gestão jurídica estratégica, os dados assumem um papel crucial no cotidiano e na tomada de decisões jurídicas estratégicas. Isso torna possível de maneira ágil, simples e eficaz a identificação de tendências, a detecção de padrões, a exploração de oportunidades latentes e a melhoria dos resultados empresariais, bem como da satisfação e fidelização dos clientes.

Se por um lado é fundamental buscar o maior proveito possível em cada demanda com o menor esforço exigido, por outro, o conjunto de atividades deve alcançar um desempenho financeiro e operacional que atenda às expectativas. Por isso, o departamento jurídico deve manter um olhar atento sobre o valor produzido em suas operações — e isso só pode ser alcançado através de dados.

Presente e futuro

Embora seja sem dúvida útil analisar os dados para ver se sua empresa está à frente da curva ou se precisa de melhorias, lembre-se: cada empresa opera em seu próprio universo. Significa dizer que não existem duas equipes de Legal Operations exatamente iguais. Sua evolução e progresso devem ser guiados pelos objetivos e premissas de cada departamento.

Dessa maneira, Eduardo acredita que “as áreas de Legal Ops devem ‘brigar’ para ser cada vez mais autônomas e independentes de outras áreas. Quem sabe no médio longo prazo se tornar até uma área independente do jurídico. Referida independência “proporcionará que a área de Legal Ops trabalhe sem qualquer influência ou de uma forma enviesada. O Diretor, VP Jurídico, o CFO, o Controller, o Sócio Majoritário, todos eles deveriam querer uma estrutura apartada de Legal Ops trabalhando para eles”.

Você sabe… costumávamos falar sobre o futuro como se fosse um conceito abstrato em um horizonte distante. Em alguns aspectos isso é verdade. Mas não para o Legal Operations. O futuro é agora. Está acontecendo ao nosso redor. Já é realidade nas empresas. Mercado Livre, Amazon, Netflix, Facebook, Airbnb, entre outras são algumas das companhias que já incorporaram esse tipo de gestão jurídica em suas estruturas.

E a Legal Insights tem voz, expertise e determinação para influenciar esse futuro para melhor. O Legal Operations é uma das ferramentas que utilizamos para simplificar a vida de empresas e pessoas no contexto jurídico.

E estamos ansiosos para fazer essa jornada com você! Nosso time está pronto para te auxiliar nesse caminho.

Compartilhe
Este conteúdo foi escrito por
Picture of Equipe Legal Insights
Equipe Legal Insights

Receba nossos conteúdos

🔒 Seus dados estão 100% protegidos e jamais serão compartilhados. Ao se cadastrar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Fale com um especialista

Ao enviar você concorda com nossa Política de Privacidade.
Podemos te ajudar?